Agenda das Comemorações dos 150 Anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal

 

 

Fev
9
Sex
2018
O Último dia de um Condenado – TOURNÉE NACIONAL
Fev 9@18:30_Mai 30@19:45

O Último dia de um Condenado.

Com Virgílio Castelo e encenação de Paulo Sousa Costa.

Tournée Nacional.

De 09 de fevereiro a 20 de maio de 2018 

 

 

 

FEVEREIRO

9 de Fevereiro: Casa das Artes de Arcos de Valdevez

17 de Fevereiro: Pax Julia – Beja

MARÇO

3 de Março: Cae – Caldas da Rainha

10 de Março- Cine Teatro Garret – Póvoa de Varzim 

17 de Março- Teatro das Figuras – Faro

24 de Março- Cine Teatro Anadia

27 de Março – Teatro José Lúcio da Silva – Leiria 

31 de Março – Régua

ABRIL

14 de Abril – Cartaxo

21 de Abril – Teatro Ribeiro Conceição – Lamego

MAIO

5 de Maio – Albergaria 

12 de Maio – Auditório Municipal de Albufeira

18 a 20 de Maio – Teatro Sá da Bandeira – Porto – A aguardar confirmação

30 de Maio – Estarreja

Horários:  18h30 (Datas e Locais sujeitos a confirmação junto aos locais de espetáculo)

Sinopse

Uma adaptação a partir da obra homónima de Victor Hugo, que versa as últimas horas de um homem que está no corredor da morte, com o fim iminente à sua espera. É uma crítica mordaz à pena de morte, onde o autor questiona a justiça por tamanha barbaridade que é tirar a vida a um ser humano, mesmo que seja culpado por um crime de sangue.

É um manifesto a favor da abolição da pena de morte, publicado em 1862. Esta obra teve repercussões em todo o mundo, contribuindo para a proibição da pena capital.

Portugal foi um dos primeiros país da Europa a abolir a pena de morte e o romancista francês Victor Hugo referiu esse facto, congratulando o feito e dizendo “Portugal dá o exemplo à Europa, que imitará a vossa nação. Morte à Morte. Guerra à Guerra. Viva a vida! Ódio ao ódio! A Liberdade é uma imensa cidade da qual todos somos concidadãos”.